É uma página onde aparecem os meus pensamentos, sentimentos, sob a forma de...
Quarta-feira, 8 de Junho de 2011
O amor venceu

Perdi-te para sempre

nas ruas incertas da vida,

das encostas luminosas

e frias da cidade.

Perdi-te para sempre

na esquina da noite estival

onde pairam estrelas brilhantes.

Perdi-te para sempre

no choro da lua derramado

nas paredes sonolentas.

Perdi-te para sempre

no coração da saudade

iluminado pelas lágrimas secas

da dor profunda gravada

na imensidão da alma amorosa.

Perdi-te para sempre

 na encruzilhada

do corpo desmembrado

e esvaziado do sentido da vida.

Perdi-te para sempre

à beira da garganta do abismo

onde a loucura ferve

e as noites se confundem com os dias.

Perdi-te para sempre

nas avenidas do amor sereno

de sombras frescas e dançantes.

Perdi-te para sempre

nas memórias gravadas no ser imortal

e guardadas no templo misterioso,

profundo e sagrado do amor inexplicável.

Perdi-te para sempre e achei-te

na compreensão incompreensível

que só o amor pode compreender.

Sim, o amor venceu…



publicado por fatimanascimento às 10:40
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

30
31


posts recentes

sono

À Fátima Nascimento (de A...

Regresso a casa (letra já...

Ontem as nossas...

Neve

O amor venceu

Nevoeiro

Oh calma...

poesia

os ponteiros

arquivos

Julho 2018

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

tags

todas as tags

favoritos

A manifestação de Braga

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds