É uma página onde aparecem os meus pensamentos, sentimentos, sob a forma de...
Domingo, 5 de Junho de 2011
Oh calma...

oh, calma incendiada

das ruas estreitas

onde a pedra talhada

se equilibra e se perde

na memória intemporal

trazida na incessante

canção do vento

murmurando silêncios

sigilosos guardados

no ventre quente da terra.



publicado por fatimanascimento às 09:13
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

30
31


posts recentes

sono

À Fátima Nascimento (de A...

Regresso a casa (letra já...

Ontem as nossas...

Neve

O amor venceu

Nevoeiro

Oh calma...

poesia

os ponteiros

arquivos

Julho 2018

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

tags

todas as tags

favoritos

A manifestação de Braga

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds